Make your own free website on Tripod.com

bromélia no jacaré pepira

Documento Brotas 1985 - foto Abelardo Alves - bromélia a beira do jacaré pepira

Anterior Página inicial Próximo

tive pensando. Foto preto e branco é outro universo, não? Remete para uma ancestralidade qualquer. Especificamente, uma flor em preto e branco...a bromélia, por exemplo, fica apenas (?) sua forma. penso nas cores...tirando a rima barata, a cor não seria o sangue da flor? Segue, então um de bate-pronto em cima daquela foto da bromélia sobre o jacaré:

Flor em preto e branco


na beira do rio Jacaré,

uma árvore, (em preto e branco)

e a bromélia

no galho arbusto

funde-se, enxerto feliz.

 

aqui a cor não rima

nem irriga flores,

a foto diz. Mas evoca

o ancestral que é motriz.

 

o branco são a água

e pequenas janelas do céu

entre as folhagens:

seria o silêncio,

mas há o rumor do rio.

 

tronco-galhos-ramos

gritam em preto

em pose no ar

sobre a corredeira.

 

o cinza não berra

nem silencia:

a distância pinta

folhas a meio-giz

 

na contraluz, o quadro diz:

a alma, o que não se vê,

talvez seja a raiz.

abraço, luiz gonzaga.